fbpx

Corrida de Rua

Corrida de Rua (256)

Flamengo promove grande encontro do torcedor rubro-negro no Maracanã

 Nação Rubro-Negra em Movimento é um evento que mexe com a paixão de qualquer torcedor flamenguista. Neste ano o NRMOV, que atraiu cerca de 10 mil pessoas em sua primeira edição em 2018, acontecerá em 21 de setembro, das 14h às 23h, no Maracanã, estádio que é a casa do time. A realização deste evento é feita X3M Sports Business, em parceria com o Clube de Regatas do Flamengo.

A lista de atrações é grande, como a Nação. O evento tem entretenimento, esporte e a celebração da paixão pelo Mengão. Para os adultos haverá caminhada de 3 km e corrida noturna 5km e para crianças de um a 13 anos, uma corrida infantil. Ainda no campo esportivo, os participantes – sem restrição de idade – poderão brincar, entre outras ativações, nas mesas de pebolim (totó), futmesa e chute a gol. Terão também stand de tatuagens do Mengão, personalização de camisas, tudo isso ao som de shows, food trucks e cervejas.

A grande novidade é que a corrida de 5km passa a ser noturna, uma nova experiência dentro do Maraca, o templo sagrado do futebol brasileiro, que será iluminado pelas cores vermelha e preta. Muito pedida pelos torcedores, outra novidade é a criação da corrida para as crianças, que irão se divertir em percursos adaptados de 50m a 1km, de acordo com cada idade. A passagem pelo gramado está garantida em todas as provas e promete ser o ápice do grande encontro do torcedor, que poderá fazer uma pequena pausa para registrar o momento no palco de tantos títulos do Fla.

“Com o sucesso avassalador da primeira edição, investimos em entender mais sobre o torcedor e ficou evidente que precisávamos expandir nossa experiência, além de logicamente, inovar! A marca Flamengo é fortíssima, o Maracanã é mágico e as ações estão completamente envolvidas com as necessidades do cliente! Vamos bater recordes!”, afirma Bernardo Fonseca, CEO da X3M Sports Business.

Aos que não quiserem ou não puderem correr ou caminhar, haverá a possibilidade de acesso ao chamado Parque do Urubu, local onde será montada toda a festa. O ingresso solidário custará R$ 57,50 (lote promocional) juntamente com a doação de uma lata de leite em pó. A atração musical será divulgada no próximo dia 31 de julho.

As inscrições para sócios-torcedores abrem no próximo dia 18 de julho, a partir das 12h e torcedores não-sócios poderão se inscrever a partir das 12h de 19 de julho, em www.nrmovimento.com.br. O kit (camisa do evento, medalha e número de peito) poderá ser retirado de 19 a 21 de setembro, em local a ser definido. As medalhas serão entregues somente no dia do evento, mediante conclusão das provas (corrida 5km, caminhada 3km e corrida infantil) e só tem direito ao kit quem se inscrever em uma das modalidades esportivas.

 

SERVIÇO

Nação Rubro-Negra em Movimento 2019 - RJ

Data: 21 de setembro de 2019

Local: Estádio Mário Filho, o Maracanã

Horário de abertura dos portões: 14h

Horário de largada da corrida infantil: 15h

Horário de largada da caminhada 3km: 17h

Horário de largada da corrida noturna 5km: 19h

Valor: a partir de R$ 57,50

Horário de encerramento: 23h

Retirada de kits: 19/09 a 21/09

Local e horário de retirada de kits: a definir

Mais informações em: www.nrmovimento.com.br

Brasileira tenta entrar no livro dos recordes correndo 7 dias em esteira

Em uma semana certamente você acorda, sai para trabalhar, faz suas refeições, inclui uma atividade física e ainda aproveita seu fim de semana antes de começar essa rotina novamente. E o que acha de passar esses sete dias em cima de uma esteira correndo em busca de uma marca histórica? É o que a Débora Símas irá buscar a partir deste domingo ao meio dia no Shopping Beira-Mar em Florianópolis.

No Guinness Book, o livro dos recordes, a marca feminina nessa distância é da britânica Sheron Gayter que foi batida em 2011 na distância de 833,05km e é esse ó número que a catarinense sonha em passar. E tudo começou quando há quatro anos, o carioca Marcio Villar obteve a marca masculina com 827km.

“Já vinha procurando provas de diferentes quilometragens. Foi quando assisti uma palestra do Marcio, em Bombinhas (SC) e chorei muito, confesso. E me vi fazendo isso. Tomei coragem e me inscrevi no Guinness book, em 2018 e ele lançou a 1000km Brasil e lá fui eu para ver como era correr 10 dias e voltei determinada que em 2019 seria a tentativa de quebra de recordes em sete dias na esteira” – Conta

E se você acha que a história começou ontem, é aí que você se engana! A corrida foi aparecer em sua vida a partir de 2004 quando começou a trabalhar na lanchonete de uma academia quando conheceu sua primeira treinadora e disse que iria treinar para uma corrida de 9km. Mas ela viu um potencial na longa distância e sugeriu que ela fizesse uma maratona e que faria com o tempo de 3h30min e acabou completando em 3h27min e viu que era ali o que mais queria fazer e não parou mais.

No ano seguinte, já estava disputando uma ultramaratona de 50km no Rio Grande e foi aumentando suas distâncias, participando de provas de 24 e 48hrs em pista. Mas sem dúvidas, a corrida mais marcante para ela foram nos 1000km Brasil onde ela foi a campeã da prova e é a primeira mulher na américa do sul a obter essa marca.

Débora nos 1000km - Brasil. Crédito: Bruno Lopes/EAZ

“a 1000km Brasil, foi a melhor experiencia da minha vida, foram os 10 dias mais intensos.  Uma energia que jamais tinha sentido em qualquer outra prova e participarei novamente este ano no segundo semestre. Foi uma experiência maravilhosa que uniu atletas, organizadores, atletas e a comunidade local e o mais legal foram os cachorros que estavam por lá e adotamos eles, os alimentos” – Diz

Preparação para o recorde

Diferente de uma corrida em que você paga uma inscrição e tem direito a uma estrutura, bater esse recorde exige outros elementos como conseguir uma esteira que tenha condições de aguentar todos esses dias de atividade, conseguir um local que aceite realizar um evento particular e também atender tudo o que o Guiness Book exige, como ter as filmagens, fotógrafos e testemunhas para garantir a homologação. E fora tudo isso, ainda é preciso treinar!

Imagine que ela começou os treinos em dezembro, depois de descansar da experiência dos 1000 km e sem precisar sair do seu quarto com a esteira instalada por lá. Mas não só isso, sua rotina de trabalho é gerenciar uma lanchonete dentro de uma academia o dia todo.

Dono da marca masculina desse recorde, Márcio Villar também passou pelas mesmas dificuldades de Débora para conseguir a marca em 2015 que constantemente é ameaçada por outro corredor pelo mundo, mas ainda sem sucesso. Em sua tentativa bem-sucedida, o shopping escolhido por ele no Rio de Janeiro lotou e virou destaque e onde ele guarda boas lembranças e da os seguintes conselhos para que ela consiga igualar as duas marcas para o Brasil.

“A Débora tem que correr o tempo todo imaginando conseguir o recorde, abraçando todo mundo e chorando de alegria. Ela não pode desistir nunca e agarrar essa oportunidade que está tendo de atingir seu sonho. Dessa forma, ela vai conseguir sua marca e torço muito!” – Finaliza.

Para aqueles que estiverem em Florianópolis ou desejem acompanhar de perto, a esteira estará localizada no térreo do Shopping Beira-Mar no Centro.

Você também pode acompanhar a evolução dela por este link https://content.fit4.com.br/tentativaquebraderecordcorridaemesteira 

Festa brasileira na Maratona do Rio

Foi um turbilhão de emoções! A Maratona do Rio chegou a sua maioridade no atual formato revivendo percurso inicial pelas ruas do Centro e da Zona Sul e para ficar ainda mais bonito, teve vitória brasileira tanto no masculino, quanto no feminino, fora as conquistas pessoas de cada um que se alinhou para completar os mágicos 42,195km na cidade maravilhosa.

Com largada 5:30 da manhã, a competição começou com um clima muito agradável e Giovani dos Santos, um dos principais nomes do atletismo brasileiro na atualidade, tomou a liderança da prova ainda no Aterro e não largou mais fechando a prova em 2h18min48 botando mais de um minuto para cima de Antônio Wilson Sousa Lima (2h20m05seg) e Edmilson Santana (2h20min47seg) que completaram o pódio nacional. E logo após a sua chegada, o campeão precisou sair carregado direto para atendimento médico com bastante câimbra.

“Eu estou muito feliz com essa conquista. Ganhar a Maratona do Rio não é para qualquer um. Ainda estou me adaptando às provas de 42km, é um desafio para mim. Vim tentar o índice olímpico, que apesar de chegar até o KM30 com ele, infelizmente não rolou. Mas, foi uma manhã incrível e quero voltar ano que vem para quem sabe, brigar pelo bi”, disse Giovani dos Santos.

Cristiane Alves Silva completou a dobradinha brasileira na Maratona. Crédito: Ricardo Dungó/EAZ

No feminino, Cristiane Alves Silva venceu com o tempo de 2h50min23 deixando a queniana Monica Cheruto em segundo com Monica Cheruto e a brasileira completou em terceiro Roselaine Souza Ramos Benites.

“Como foi minha primeira vez aqui, meu objetivo era ficar entre as cinco do pódio. Então eu fiquei ali entre as meninas. Mas no decorrer da prova eu fui desenvolvendo e fui surpreendida com o primeiro lugar. Não tenho palavras para agradecer. Treinei bastante para estar aqui e vim com o objetivo de subir no pódio. Acabei sendo a primeira, então, é muita gratidão”, disse Cristiane empolgada com o resultado.

As vitórias de Geovani e Cristiane, quebraram um jejum de vitórias brasileiras. No masculino ela era mais curta e vinha de 2014 com o mesmo terceiro colocado, Edmilson Santana que havia faturado ali. Já no feminino, o jejum era maior. Fazia 10 anos que uma brasileira não subida o pódio no lugar mais alto com Sirlene Pinho.


Queniano protagonizou cena única na linha de chegada. Crédito: Ricardo Dungó/EAZ

Ainda na chegada da elite, uma cena curiosa: O queniano David Kemboi Kiyeng literalmente parou metros antes da linha de chegada e ficou algum tempo parado ali. Mesmo o público o incentivando a terminar sua corrida, ele permanecia estático, quando finalmente decidiu fechar a prova e sair com ajuda para atendimento médico.

À medida que o tempo ia passando, o sol que estava escondido até umas 3hrs de prova, surgiu com força total e passou a castigar aqueles corredores que dão um brilho especial a Maratona do Rio. Gente de tudo o que é lugar do Brasil e do mundo escolheram a prova da cidade maravilhosa para estrear na distância nobre do atletismo ou tentar melhorar a sua marca pessoal e não faltaram alguns casos de fraude onde certamente a organização do evento deverá desclassificar esses corredores.


A maratona do Rio conta com prova paralímpica em algumas categoria como para cegos. Crédito: Ricardo Dungó

Avaliação do percurso de 2019

O Esportes de A à Z fez uma enquete rápida com os corredores que completavam ainda na linha de chegada para que falassem do novo percurso. A reclamação mais comum foram as duas passagens pelo túnel Rio 450 onde não havia ventilação e sair dele, parecia um alívio. Entendemos que foi uma solução de última hora a mudança de percurso, mas caso ano que vem, tenhamos uma repetição, a maratona poderia seguir pela Avenida Marechal Floriano virando na Rio Branco, seguindo pela Rodrigues Alves e voltando pela Avenida Venezuela e retomar o percurso o que o tornaria bem mais plano.

Também não faltaram elogios nos outros pontos, onde foi possível receber a energia dos amigos ao longo do percurso e poder ter uma referência de quem estava por perto e também a melhor localização da largada/chegada que facilitou bastante a logística pré e pós prova. Outro ponto elogiado foi a entrega dos kits, mais organizada neste ano, com filas menores e mais localizadas pelos numerais, sem a centralização de outros anos e um andar só para feira.

Companheiro é algo que faz parte do DNA dos corredores. Crédito: Ricardo Dungó

Uma coisa é certa, a Maratona do Rio de 2020 deverá ser realizada em 13 e 14 de junho também junto ao feriado de Corpus Christi com inscrições abrindo em breve. Acredito que a organização deverá ouvir seus participantes em pesquisa de satisfação e decidir se manterá o percurso de 2019 ou se a cidade permitir, voltar ao percurso original com a meia largando da Barra e a maratona do Recreio. Será uma decisão difícil!

A Maratona do Rio também tem se concretizado como um palco de pedidos de casamento. Ontem na meia maratona foi um pedido e testemunhamos outros três na prova principal. Será que não vale a organização investir em algo nesse sentido? 

Resultados Maratona do Rio

Masculino

1- Giovani dos Santos (Brasil) – 2h18min48s

2- Antonio Wilson Sousa Lima (Brasil) – 2h20min05

3- Edmilson dos Reis Santana (Brasil) 2h20min47

4- William Kimbor (Quênia) – 2h22min14

5- Antonio de Souza Dias (Brasil) 2h23min04


Crédito: Ricardo Dungó/EAZ

Feminino

1- Cristiane Alves Silva (Brasil) – 2h50min23

2- Monica Cheruto (Quênia) – 2h51min52

3- Roselaine Souza Ramos Benites (Brasil) – 2h52min49

4- Conceição de Maria Carvalho de Oliveira (Brasil) – 2h57min03

5- Maurine Jelagat Kipchumba (Quênia) – 2h59min03

Pronto para meia e maratona do Rio? Veja as dicas finais

Você vai correr a Maratona do Rio? Vai correr a meia também? Está no desafio ou fará as corridas da Family Run? Então esse texto é para você que já está na ansiedade do momento já pensando na sua medalha que vai receber ao cruzar a linha de chegada no Aterro do Flamengo. Vamos para algumas daquelas dicas finais que sempre ajudam?

Quem nos ajudou a elaborar essa ajuda foi o nosso parceiro Robson Magalhães da Assessoria Street Runners e ele irá sanar algumas possíveis dúvidas finais que vocês possam ter.

Esportes de A à Z :Os novos percursos que foram adotados na reta final da preparação irão influenciar bastante no desempenho de cada um?

Robson Magalhães: Para quem realmente treinou, fará bem qualquer uma das distâncias, não importando onde esteja. O que mudou apenas foi o desafio mental onde antes você iria correr e não ia encontrar as pessoas voltando na outra pista e dessa vez vai poder ver tanto as pessoas que você tenha ultrapassado, quanto aquelas que estão a sua frente. A minha dica é você apenas se concentrar na sua corrida e manter o olhar sempre na pessoa que estiver mais próxima de você.

EAZ: O percurso estando mais plano, vai me ajudar a diminuir meu tempo?

Robson: Essa é uma das vantagens do novo percurso. A meia maratona por exemplo, você subia o Elevado do Joá e a Niemeyer e com a largada no Leblon, o percurso tem pouquíssimas elevações que não vão fazer grande diferença. Já na maratona, na parte que os atletas estiverem no Centro da cidade, vão ter o túnel Rio 450 com cerca de 1,2k onde você entra numa grande descida e depois sobe novamente. E serão duas vezes nessa passagem, mas depois, os participantes vão seguir fácil.

EAZ: Teremos alguma nova atração nesses novos percursos?

Robson: Para quem vai correr a maratona, vocês serão brindados com um espetáculo único e diário: O nascer do sol! Vocês irão acompanhar aos poucos todo o movimento da natureza ainda com um clima bem agradável e fresco até começar a esquentar. Apenas aqueles que estarão no pelotão mais atrás que deverão sentir algum calor na parte final da corrida. Vocês pegarão o sol inicialmente em suas costas e depois de frente quando estiver voltando ao Aterro. Já na meia, o sol estará de frente na maior parte da corrida e no final que será o contrário. Sempre é bom usar uma viseira/boné e um óculos escuros.

EAZ: Qual é a melhor estratégia para me dar bem?

Robson: A principal de todas é você não inventar nada novo e manter a sua rotina de sempre. Sei que a maioria das pessoas não está acostumada a começar a correr às 5:30, mas isso não mudará em nada se você treinou. O importante é acordar ao menos duas horas antes da prova para tomar seu café da manhã, fazer aquela visita ao banheiro e chegar com alguma antecedência a largada. Aqueles que se prepararam para ficar próximo ao Recreio onde seria a largada original, esses devem acordar um pouco antes para dar tempo de chegar. Durante a prova, é manter toda a estratégia já traçada na alimentação com seu carboidrato em gel, jujuba, paçoca e etc. e antecipar a sede aproveitando cada posto de hidratação no percurso. Quando acabar, procure trocar a camiseta que estiver usando, tente usar a criogenia para recuperação e comemore bastante a sua nova conquista. Uma ótima prova a todos!

Com o melhor do mundo da corrida, Casa Maratona se prepara para receber grande público

Com o objetivo de se tornar uma nova opção de entretenimento não somente para quem corre, mas também para quem busca uma vida alternativa com saúde e bem-estar, a Casa Maratona tem a expectativa de receber mais de 70 mil visitantes nos dias 20, 21 e 22 de junho. O evento, com uma variada programação para toda família, ocupará dois andares do Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro, e terá entrada gratuita.

A Casa Maratona se destaca também por ser o ponto de encontro para a retirada dos kits de todas as provas da Maratona do Rio.

Além disso, contará com uma vasta programação de palestras com convidados, embaixadores e especialistas do Time Maratona (cardiologista, ortopedista, psicóloga, nutricionista e professor de educação física) e a feira, que reunirá marcas e produtos do universo de saúde e bem-estar, como a Pink Cheeks, Rio Runners, Compressport, Granado, Authen, JFsun, CiaCool, Self Id, e todos os produtos licenciados da Olympikus. 

Também haverá uma programação focada no universo infantil. Ativações de patrocinadores como um circuito funcional para os pequenos, com corridas de obstáculos, teste de velocidade e agilidade, circuito da Fabuloso Agita, oficina de slime, pintura em papel e atividades com temas de circo e safári e roda musical serão algumas das experiências oferecidas às crianças. E para dar as boas-vindas, no dia 20, personagens do Gloob visitarão a Casa Maratona, na parte da tarde.

“Queremos que os corredores, familiares e moradores do Rio vivam uma experiência que transborde os dias da corrida. Além da entrega de kits, a Casa Maratona vem com uma programação completa. É um verdadeiro programa para a família inteira”, diz Cláudio Romano, CEO da Dream Factory, empresa que organiza a prova e a Casa junto à Spiridon.

A Casa Maratona também terá uma praça de alimentação, com foodtrucks e foodbikes, funcionando durante os três dias de evento.

 

Horários de Funcionamento da Casa Maratona:

 

Quinta-feira, 20 de junho: 9h às 19h

Sexta-Feira, 21 de junho - 9h às 19h

Sábado, 22 de junho - 8h às 17h

 

Palestras:

 

Programação

 

Quinta-Feira - 20 de junho

 

  1. TEMA: O que é a Maratona do Rio?

Palestrantes: Time de especialistas da Maratona

Sérgio Maurício - Ortopedista

Vanessa de Figueiredo Protasio - Psicóloga

Roberta Lima - Nutricionista

André Leta - Diretor Técnico da Proforma

Horário: 10h/11h30m

 

  1. TEMA: Que lições da corrida podemos levar para a vida

Palestrantes:

Karina Teixeira - Publicitária - Corredora da Vida Real

Narbal - Comerciante - Correndo pelo autismo

Gustavo Maia - Jornalista - Programa Fôlego

Horário: 11h45m/13h15m

 

  1. TEMA: Loucos por Corrida

Palestrantes:

Denise Amaral - Empresária e maratonista, com mais de 140 provas

Louis Massym - Ultramaratonista sul-africano com mais de 300 ultras, 348 maratonas e 47

Comrades

Nilson Lima - Consultor financeiro, com mais de 230 maratonas

Horário: 13h30m/15h

 

  1. TEMA: Estratégias para as provas da Maratona do Rio

Palestrantes:

Alexandre Lima - Diretor técnico da assessoria Filhos do Vento

Rodrigo Issac - Diretor técnico da assessoria Speed

Roberto Tadao - Diretor técnico da assessoria da Rio Saúde

Vini Vitorino - Embaixador da Maratona

Ruy Carmona - Embaixador da Maratona

Horário: 15h15m/16h45m

 

  1. TEMA: Resiliência e superação na corrida

Palestrante: Cléber Isbin - Veterinário ultramaratonista que venceu as drogas graças à corrida

Horário: 17h/18h30m

 

Sexta-Feira - 21 de junho

 

  1. TEMA: Estratégias para as provas da Maratona do Rio

Palestrantes:

Marcius Duarte - Diretor técnico da assessoria da Runners Club

Iazaldir Feitoza - Diretor técnico da assessoria da Trail and Road Running Team

Vinícius Guimarães - Diretor técnico da assessoria Equipe Fox

Horário: 9h/10h15m

 

  1. TEMA: A corrida como plataforma de negócios

Palestrantes:

Márcio Callage - Diretor de marketing da Olympikus

Erico Freitas – Diretor de Negócios da Dream Factory

Horário: 10h30m/11h15m

 

  1. TEMA: A relação treinador e atleta. Teoria e prática

Palestrantes:

Lucas Pretto - Treinador e diretor do Estúdio Pretto Treinamento Funcional

Daniel Bartelle - Triatleta

Horário: 11h30m/12h15m

 

  1. Tema: Lições dos quenianos para atletas amadores

Palestrantes:

Ademir Paulino - Treindor da Cia Athletica Morumbi

Horário: 12h15/13h30m

 

  1. Tema: Empoderamento da mulher na corrida

Palestrantes:

Luciana Toscano - Diretora Técnica da assessoria Equipe Toscano

Vallery Mello - Influencer digital

Yara Achôa - Jornalista

Horário: 13h45m/15h

 

  1. TEMA: Provas de longa distância - Alimentação e hidratação na prática

Palestrantes:

Carla Bogea - Nutricionista

Priscila Damasceno - Nutricionista

Cristina Perroni - Nutricionista

Mediadora: Roberta Lima

Horário: 15h15m/16h45m

 

  1. TEMA: A corrida real no mundo virtual

Palestrantes:

Sérgio Rocha - Jornalista

Mayra Rizzi - Embaixadora da Maratona

Silvio Boia - Embaixador da Maratona

Horário: 17h/18h30m

 

Sábado - 22 de junho

 

  1. TEMA: A tecnologia como ferramenta para a corrida

Palestrantes:

Victor Santos - Diretor da CAFT Centro de Avaliação Física

Alan Marques - Treinador

Horário: 10h30m/12h

 

  1. TEMA: Quebrando as barreiras da Maratona

Palestrantes:

Antonio Carlos Ferreira - Diretor técnico da assessoria Mitokondria

Paulo Henrique - Diretor técnico da ML Mix Run

Daniel Teo Teodoro - Diretor técnico da Teo Esportes Assessoria Esportiva

Diogo Andrade - Diretor técnico da Tração Assessoria Esportiva

Horário: 12h15m/13h30m

 

  1. TEMA: Desafiando limites

Palestrante:

Márcio Villar - ultramaratonista recordista mundial

Horário: 13h45m/15h

 

  1. TEMA: Como a Maratona mudou a minha vida

Palestrante:

Ronaldo da Costa - Recordista mundial da maratona

Daniel Chaves - Melhor maratonista brasileiro e com índice para as Olimpíadas de Tóquio

Jorge Luiz da Silva - Treinador

Horário: 15h15m/16h30m

 

Serviço:

Casa Maratona

Quinta-feira, 20 de junho: 9h às 19h

Sexta-Feira, 21 de junho - 9h às 19h

Sábado, 22 de junho - 8h às 17h

 

Local: Centro de Convenções SulAmérica

Endereço: Av. Paulo de Frontin, 1 - Cidade Nova, Rio de Janeiro   

Que tal passar 60 dias correndo sem parar?

Essa é para você que gosta de correr todos os dias. Já pensou em participar de uma corrida por 60 dias seguidos? Mas olha só: Tem que ser duas maratonas por dia e você tem que somar 5 mil km no final. Você está maluco? Existe essa prova? Ela existe e vai acontecer na Grécia e tem um brasileiro nessa disputa.

De Itaboraí, na região metropolitana do Rio, o atleta Cleberton Souza que ano passado foi o vencedor dos 1000km - Brasil está com participação confirmada nessa competição que acontece num percurso de 1km no entorno do estádio Hellinikon em Atenas. Ele se junta a outros cinco atletas que já estão inscritos na mesma prova que acontecerá de 12 de outubro até 12 de dezembro.

“Esta é uma daquelas metas que a gente não faz a mínima ideia de como vai alcançar, mas pelo que aprendi na 1000Km Brasil acredito que poderei completar. Na 1000Km eu corri uma média de 106km por dia com apenas 18 diárias para correr em um circuito difícil com subidas, descidas, poças de água, lama e muitas pedras. Na Grécia precisarei correr 84km por dia com 24h disponíveis em pista. Acredito que com um bom plano de descanso chegarei aos 5000km” – Comenta sobre a prova.

Mas como todo e qualquer corredor, Cleber começou a correr em 2010 e já estreou direto na corrida mais famosa do Brasil a da São Silvestre em São Paulo. A maratona veio pouco tempo depois e em 2016 estreou nas ultramaratonas e numa corrida em Sana, chegou em 3º lugar e começou a frequentar o pódio nessas provas.

Para encarar estes 60 dias correndo, Cleberton está treinando bastante e participará novamente dos 1000km - Brasil antes de partir para Grécia. Por lá, ele estará sozinho sem apoio nenhum e apenas no coração para chegar a marca dos 5000 km

Maratona do Rio apresenta as medalhas de 2019

A Maratona do Rio, que espera receber mais de 40 mil corredores, nos dias 22 e 23 de junho, apresentou hoje as medalhas oficiais da edição 2019.  Todos os concluintes das provas de 5k, 10k, 21k, 42k, Desafio Cidade Maravilhosa (21k + 42k) e da Maratoninha Gloob irão receber a tão cobiçada medalha da competição.

“As medalhas são uma tradição muito forte da corrida e todo ano buscamos inovar. Cada uma delas carrega a história do corredor, independente da distância. São muitos obstáculos superados. Serão aproximadamente 40 mil medalhas que traduzem todo o orgulho e a satisfação de cada pessoa responsável por esse evento que cresce a cada ano”, avalia João Traven, sócio-diretor da Spiridon Eventos, que organiza a Maratona do Rio ao lado da Dream Factory.

Concebidas em formas geométricas, com design minimalista e refinado, as medalhas remetem, na prática, ao encaixe e à união dos atletas e provas. Retratando esta ideia, as medalhas de 21k, 42k e a do Desafio Cidade Maravilhosa se encaixam entre si.

 As inscrições para as distâncias disponíveis estão abertas até o dia 07 de junho e poderão ser feitas através do site www.maratonadorio.com.br. Clientes dos programas de fidelidade Petrobras Premmia, Livelo, Dotz e TudoAzul podem trocar seus pontos por inscrição nas etapas da Maratona do Rio. Para maiores informações, acesse: http://bit.ly/2VKjI8x

IAAF 24:1 - Global Running Day será atração neste domingo

Domingo, dia 2 de junho, é dia de celebrar a milha, uma das mais tradicionais e importantes distâncias do atletismo mundial. Pelo segundo ano consecutivo, a  capital paulista será uma das sedes do IAAF 24:1 – Global Running Day, ao lado de outras 22 cidades espalhadas ao redor do mundo, em todos os continentes. O evento acontecerá no dia 2 de junho, a partir das 10h30, na pista de Atletismo do Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera.

O Global Day, em sua quarta edição, é tradicionalmente comemorado em 6 de junho, mas as corridas serão no dia 2 porque este ano a comemoração será durante a semana de 1 a 7/6 com eventos distintos. A abertura oficial da semana acontecerá em Lanzhou, na China, no dia 1º de junho de 2019 e no dia 7 será o fechamento com a Corrida em Mônaco.

Em São Paulo, desta vez, a prova será na pista de atletismo do Ibirapuera – ano passado foi no Vale do Anhangabaú,  no Centro Histórico, da cidade. Serão 14 largadas a cada 15 minutos, respeitando o desempenho de cada participante. O percurso terá uma milha e cerca de 600 competidores. A entrega de kits será das  9h às 12h no mesmo local no dia da prova.

A lista de cidades inclui Melbourne (AUS), Birmingham (GBR), Tóquio (JAP), Pequim (CHN), Nova  Deli (IND), Istambul (TUR), Milão (ITA), Los Angeles (EUA), Santiago (CHI), Havana (CUB), Bogotá (COL), Querétaro (MEX), entre tantas outras ao redor do planeta. A etapa brasileira do IAAF 24:1 terá, mais uma vez, a colaboração da Maratona de São Paulo e a Yescom organizará a etapa de São Paulo.

O IAAF 24:1 – Global Running Day é uma iniciativa da Federação Internacional de Atletismo – IAAF e organização da Yescom.

 

Mais informações no site www.yescom.com.br/run24-1/2019  

Reta final do Last Mile: corredores têm até final de junho para participar do desafio

O desafio “Last Mile” está chegando em sua reta final. Até o dia 30 de junho, todos os corredores do Strava que completarem provas de 21k ou 42k – e inserirem os dados das provas na plataforma – poderão participar da ação que visa incentivar à prática do esporte a jovens corredores por meio de parcerias com sete instituições selecionadas mundo afora.
 
Como funciona? Qualquer atleta do Strava que completar uma maratona ou meia-maratona e percorrer sua última milha (1,6km) com sua melhor parcial, automaticamente irá liberar uma doação de R$40,00 para uma organização sem fins lucrativos. Aqui no Brasil, o Instituto HF – Atletismo para todos, sediado em Belo Horizonte (Minas Gerais), será a instituição contemplada.
 
O Strava é a maior plataforma voltada para prática de esportes do mundo, com uma comunidade de mais de 40 milhões de atletas, que compartilharam mais de 2 bilhões de atividades em 195 países. Apenas de 1% a 3% dos corredores na plataforma conseguem fazer da sua última milha a mais rápida em atividades completas de maratona ou meia maratona, mas essa meta é algo que está ao alcance de todos os corredores. 
 
Para participar do desafio, é preciso acessar o site www.strava.com/lastmile e sincronizar com a conta do Strava. Quando for gravar a atividade, é importante que marque como ‘corrida’ para se qualificar para o desafio. Além de contribuir para o desenvolvimento do esporte, todo participante do Last Mile receberá um teste gratuito de 30 dias do Summit, a versão paga do Strava.
 
Agora, é só ficar de olho no calendário de provas e participar. O Strava aproveitou e já listou as principais competições de junho:
 
42k
02 de junho >> Maratona de Porto Alegre
23 de junho >> 42k de Floripa
23 de junho >> Maratona do Rio
 
21k
02 de junho >> Maratona de Porto Alegre
23 de junho >> Meia de Floripa
22 de junho >> Meia-Maratona do Rio
 

Maratona com arte: inscrições abertas para concurso que irá eleger três artes que serão expostas na cidade do Rio

A Maratona do Rio 2019 contará com a 4ª edição da Maratona com Arte. Neste ano, o desafio será ainda maior, pois as artes escolhidas serão expostas na cidade do Rio de Janeiro, através de tênis gigantes. Os participantes deverão se inscrever e enviar sua arte pelo site www.maratonacomarte.com.br, até dia 24 de maio.O objetivo deste concurso é dar protagonismo ao olhar do artista, seja ele o corredor, torcedor ou morador, através de uma exposição de imagens das obras de artistas amadores sobre o tema “Maratona que move” em parceria com a Maratona do Rio.

A Maratona com Arte pretende contribuir com a democratização do acesso à cultura, transbordando a prática da atividade física e estimulando a criatividade das pessoas por meio de diferentes expressões artísticas. 

É imprescindível que a obra seja autoral, inédita, original e ligada ao tema proposto. Além de enviar a arte que pode ser feita através de imagem, pintura, arte, arte 3D, desenho realizado com programas de computador, grafite, gravuras ou desenhos em geral, o participante também deverá enviar uma lista, denominada playlist, com cinco músicas que estejam alinhadas com a proposta visual e que façam parte da biblioteca de alguma plataforma de streaming.

A fase de envio de trabalhos abre nesta segunda-feira (13.05) e segue até as 23h59 do dia 24 de maio. E seguida, será aberta uma votação popular de 25 a 28 de maio, quando serão definidas as 15 melhores artes. Na segunda etapa, as imagens mais votadas pelo público serão avaliadas por uma curadoria que envolve diretores de arte, criação e organizadores da Maratona do Rio, que definirão os três vencedores do concurso. O resultado saíra no dia 31 deste mês. 

As três artes escolhidas se juntarão a outras três produzidas por artistas convidados pela organização. As artes irão customizar tênis gigantes que ficarão expostos na cidade do Rio de Janeiro ao longo do mês de junho.

Mais informações Maratona com Arte:

- Acesse www.maratonacomarte.com.br;

- Clique em Envie Sua Arte, preencha o formulário e faça o upload da sua imagem ou da imagem do seu trabalho até o dia até 23h59 do dia 24/05/2019;

- Em até 24h a imagem será incluída na galeria (desde que cumpra os requisitos do regulamento);

- A partir do dia 25 de maio você já pode começar a pedir votos aos amigos. A votação popular termina dia 28 de maio;

- Avaliação da comissão julgadora será de 29/05 a 31/05. 

  

Assinar este feed RSS